Gestão integrada de riscos: possibilidades de implementação no poder executivo do estado de Minas Gerais

dc.contributor.advisorAbreu, Osmar Teixeira de
dc.contributor.authorFreitas, Vânia Rocha de
dc.date.accessioned2016-08-02T15:18:17Z
dc.date.accessioned2023-11-06T17:40:12Z
dc.date.available2016-08-02
dc.date.available2016-08-02T15:18:17Z
dc.date.available2023-11-06T17:40:12Z
dc.date.issued2008
dc.degree.date2008
dc.degree.departamentEscola de Governo Professor Paulo Neves de Carvalhopt_BR
dc.degree.grantorFundação João Pinheiropt_BR
dc.degree.levelEspecializaçãopt_BR
dc.degree.localBelo Horizontept_BR
dc.degree.programCECFP/2008pt_BR
dc.description.abstractA reforma da administração do setor público requer muito mais que o desenvolvimento de novas políticas públicas finalísticas. Reformar a administração do setor público pressupõe a utilização de modelos de gestão capazes de orientar os gestores públicos para os resultados almejados pelo Governo. Nesse contexto, a sistematização e aplicabilidade da gestão integrada de riscos como ferramenta refinada de controle ganha especial relevância para as organizações públicas. Este trabalho tem como objetivo geral analisar se no atual cenário do Poder Executivo do Estado de Minas Gerais, especificamente nos órgãos da Administração direta, é possível e favorável a adoção do processo de gestão integrada de riscos levando-se em consideração se existe o alinhamento necessário entre os instrumentos de planejamento, execução, controle e avaliação. Para tanto, foram descritas as etapas desse processo, bem como as funções-chave definidas pelo Governo do Estado de Minas Gerais, destacando-se a evolução, metas e objetivos preestabelecidos, avaliando se há eficiência e eficácia nessa interação, bem como na gestão estratégica, de conhecimento e de competências, todas voltadas no sentido de retroalimentar o sistema de forma a atingir os objetivos por meio da gestão de resultados. O estudo foi desenvolvido mediante pesquisa bibliográfica, cuja revisão literária apresenta como bases de sustentação a gestão integrada de riscos, conceitos e princípios da Administração Pública e o Poder Executivo do Estado de Minas Gerais, após a reforma denominada “Choque de Gestão”. Como resultado, foi elaborada a correlação entre a gestão estratégica do Poder Executivo e os elementos da gestão integrada de riscos. Concluiu-se que é possível a adoção de políticas de gestão de riscos voltadas para a identificação de medidas necessárias à implementação das melhorias requeridas nos processos.pt_BR
dc.description.abstractenThe administration reform of the public sector requires much more than the development of new final determined public politics. In order to reform the administration of the public sector it is taken for granted the use of management models capable of guiding the public managers to the results aimed by the government. In this context, the systematization and workability of the management integrated with risks as a refined control tool reveals a special relevance for the public organization. This work has the general aim to analyze specifically if the adoption of a management process integrated with risks is possible and favorable in the present scenario of the Executive Power of the State of Minas Gerais. It wa taken into consideration the necessary alignment for the instruments of planning, execution, control, and evaluation. For such, the phases have been described in this process, as well as the key functions defined by the government of the State of Minas Gerais, standing out the pre-established targets and objectives, evaluation if there is efficiency and efficacy in this interaction, as well as in the strategic management of knowledge and competence all focused on feed backing the system so as attain objectives through the management of results. The study was developed through bibliographical research, whose literary review presents as a basis of sustenance of the management integrated with risks, concepts and principles of Public Administration and the Executive Power of the State of Minas Gerais after the reform so-called “Management Shock”. As a result, it was drawn up the correlation between the strategic management of the Executive Power and the elements of management integrated with risks. It was concluded it is possible the adoption of politics of risk management focused on the identification of necessary measures for the implantation of the required improvements in the processes.pt_BR
dc.description.vcgeGoverno e Políticapt_BR
dc.identifier.urihttp://repositorio.fjp.mg.gov.br/handle/mono/2048
dc.language.isopt_BRpt_BR
dc.subject.enPublic administrationpt_BR
dc.subject.enManagement integrated with riskspt_BR
dc.subject.enThe executive power of the state of Minas Geraispt_BR
dc.subject.otherAdministração públicapt_BR
dc.subject.otherGestão integrada de riscospt_BR
dc.subject.otherPorder executivo do estado de Minas Geraispt_BR
dc.titleGestão integrada de riscos: possibilidades de implementação no poder executivo do estado de Minas Geraispt_BR
dc.typeMonografiapt_BR

Arquivos

Pacote Original
Agora exibindo 1 - 1 de 1
Carregando...
Imagem de Miniatura
Nome:
Gestão integrada de riscos - possibilidades de implementação no poder executivo do estado de Minas Gerais.pdf
Tamanho:
840.09 KB
Formato:
Adobe Portable Document Format
Licença do Pacote
Agora exibindo 1 - 1 de 1
Nenhuma Miniatura disponível
Nome:
license.txt
Tamanho:
1.53 KB
Formato:
Plain Text
Descrição:

Coleções