Complexificação econômica e o caso mineiro um problema presente com impactos para o futuro

Data da publicação

2019

Coordenador(es)

Colaborador(es)

Organizador(es)

Evento

Entrevistador(a)

Entrevistado(a)

Título da Revista

ISSN da Revista

Título de Volume

Editor

Resumo
O presente trabalho visa discutir a complexidade da economia de Minas Gerais através da ótica do product space. A economia desse estado apresenta baixa complexidade, tendo poucos produtos exportados com vantagem comparativa revelada, sendo altamente dependente de alguns produtos, principalmente minerais. Contudo, Minas Gerais é um dos mais importantes da federação em termos econômicos, criando uma dicotomia entre baixa complexidade e alto PIB. O estado tem o terceiro maior PIB da federação, mas apresenta o 24° maior nível de complexidade econômica. Portanto, é preciso pensar maneiras de resolver esta dicotomia, dado que ele não pode ser altamente dependente de alguns produtos e vulneráveis ao seu desempenho no mercado internacional. O objetivo deste trabalho é elaborar uma análise que visa contribuir para indicar quais seriam os produtos que podem ser fomentados para melhorar este cenário. Utilizando da abordagem de complexidade a partir do product space, busca-se identificar quais produtos estão mais próximos da estrutura produtiva atual de Minas Gerais e que, por consequência, devem ser fomentados. Esta pesquisa é de natureza descritiva e exploratória. Utilizando de metodologias qualitativas e quantitativas, complementa-se por ampla pesquisa bibliográfica. Os resultados mostram que Minas tem um desafio muito grande para se diversificar, dado que as distâncias para outros produtos relativo à estrutura produtiva atual é alta, necessitando que o aporte de investimentos também seja alto. Contudo, é necessário investir para diversificar a economia e deixar de depender de poucos produtos. São ao final apresentados dois resultados, o primeiro centrado nos produtos mais fáceis de serem incentivados, e o segundo destacando produtos que enfrentam maiores dificuldades, mas podem contribuir para um salto maior para a economia do estado.

Abstract
The present paper aims to discuss the complexity of Minas Gerais economy through the perspective of the product space. The state’s economy presents low complexity, with product exported with revealed comparative advantage, being highly dependent on some products, mainly minerals. However, the state is one of the most important states in Brazil, in economic terms; this creates a dichotomy between low complexity and high GDP. Minas Gerais has the federation’s third largest GDP, but has the 24th highest level of economy complexity. Therefore, it is necessary to think about ways to solve this dichotomy, since the state cannot be highly dependent on few products. So, the objective of this paper is to elaborate an analysis that aims to contribute to indicate which products could be promoted to improve this scenario. Using the complexity approach from the product space, this paper seeks to identify which products are closer to the current productive structure of Minas Gerais and which, thence, should be fomented. This research has a descriptive and an exploratory nature. Employing qualitative and quantitative methodologies, complemented by extensive bibliographic research. The results show that Minas face a very big challenge in order to diversify the economy, since the distances to other products relative to the current productive structure is high, requiring the investment input to be high as well. However, it is necessary to invest to diversify the economy and stop relying on few products. Two results are presented at the end, the first focused on the easiest products to be encouraged. The second, on the other hand, tends to face greater difficulties, but also to ensure a greater leap for the state economy.

Descritores

Palavras-chave

Citação

HARGREAVES, Rafael Tomagnini. Complexificação econômica e o caso mineiro um problema presente com impactos para o futuro. 93 f. Monografia (Graduação em Administração Pública) – Escola de Governo Professor Paulo Neves de Carvalho, Fundação João Pinheiro, Belo Horizonte, 2019

Relacionado com

Contido em

Licença