Investigação e mídia: um estudo de caso "O Maníaco de Contagem"

Data da publicação

2010

Coordenador(es)

Organizador(es)

Evento

Entrevistador(a)

Entrevistado(a)

Título da Revista

ISSN da Revista

Título de Volume

Editor

Resumo
A temática policial abarca em si uma heterogeneidade de sentimentos que vão da simples curiosidade, horror, arrependimentos, repúdio, vingança, arrebatamento até aflorar na sociedade o desejo de fazer justiça com as próprias mãos. Histórias e relacionamentos se entrelaçam e propiciam farto material para a investigação criminal. Sob a ótica do jornalismo investigativo, esses sentimentos e impressões são reproduzidos em linhas, títulos e adjetivos de primeira página e dão ao leitor uma pequena parcela da realidade vivenciada por familiares de vítimas, suspeitos e por policiais que tem a apuração de crimes de homicídio como rotina diária. Esta pesquisa tem como estudo a atuação do jornalismo investigativo e o crescimento do fenômeno do jornalismo sobre investigações. A monografia tem por objetivo geral entender a lógica de apuração da cobertura jornalística sobre o caso dos crimes cometidos por Marcos Antunes Trigueiro, apelidado como o “Maníaco de Contagem”, autor confesso de cinco estupros seguidos de morte entre janeiro e novembro de 2009. Trata-se de pesquisa bibliográfica e documental, de natureza qualitativa. A pesquisa documental apóia-se na análise de conteúdo das matérias publicadas em três jornais mineiros sobre os crimes cometidos por Marcos Trigueiro, a saber: Estado de Minas, Hoje em Dia e O Tempo, dada a importância que têm no cenário mineiro. Foram também realizadas entrevistas com os delegados responsáveis pelo inquérito do caso. Os dados obtidos sugerem que as matérias sobre o caso – escolhidas propositalmente em três períodos distintos – sugerem que foram veiculadas sem um processo de investigação por parte dos jornalistas.

Abstract
The theme encompasses police itself heterogeneity of feelings ranging from simple curiosity, horror, sorrow, rejection, revenge, rapture to flourish in society the desire to take justice into their own hands. Stories and relationships are intertwined and provide abundant material for a criminal investigation. From the perspective of investigative journalism, these feelings and impressions are reproduced in lines, titles and adjectives of the first page and give the reader a small portion of the reality experienced by families of victims, suspects and police officers who have the investigation of crimes such as homicide daily routine. This research is to study the role of investigative journalism and the growing phenomenon of journalism research. The paper aims to understand the general logic of verification of coverage about the case of crimes committed by Marcos Antunes Trigueiro, dubbed as the "Manic Count," confessed author of five rapes followed by death between January and November 2009. It's bibliographic and documentary research, qualitative in nature. The desk research relies on content analysis of articles published in three newspapers miners over crimes committed by Marcos Trigueiro, namely: Minas today and Time, given the importance they have in the mining scenario. We also conducted interviews with delegates responsible for the investigation of the case. The data suggest that the materials on the case - deliberately chosen in three distinct periods - suggest that no research had been propagated by journalists.

Descritores

Palavras-chave

Citação

Relacionado com

Contido em

Licença