Um estudo sobre estratégias no nível operacional da PMMG: o caso do 16º BPM de Minas Gerais

Data da publicação

2011

Coordenador(es)

Organizador(es)

Evento

Entrevistador(a)

Entrevistado(a)

Título da Revista

ISSN da Revista

Título de Volume

Editor

Resumo
Desde o final do século passado, as Polícias Militares brasileiras passam por um intenso processo de mudança, seja pela incorporação de experiências de polícias de outros países ou pela utilização de modelos de planejamento e gestão, típicos das organizações privadas. Um conceito gerencial que tem merecido a atenção do nível institucional da Polícia Militar mineira é o de “Estratégia Organizacional”, tema central desta monografia. Embora o conceito de Estratégia venha sendo amplamente discutido e aplicado pelo “Alto Comando da Instituição”, existe uma grande lacuna de estudos sobre a sua adoção e prática no nível operacional da organização, mais precisamente nos batalhões. Esta é a justificativa central para a realização deste trabalho, que tem como caso a ser estudado, a realidade do 16º Batalhão de Policia Militar (16º BPM). O objetivo geral do estudo é o de descrever a realidade praticada sobre o tema “Estratégia” no contexto do 16º BPM de Minas Gerais no período de 2009 a 2010. Para alcançar este objetivo, optou-se pela abordagem qualitativa do estudo de caso. Como instrumentos de coleta de dados foram utilizados: a pesquisa bibliográfica, observação direta, a consulta a diversos documentos institucionais e entrevistas semiestruturadas com o Comandante de Batalhão e os Comandantes das Companhias do Batalhão. As principais descobertas deste estudo foram: o nível operacional da corporação tem autonomia para criar estratégias específicas para o Batalhão e esta autonomia tem sido praticada; o processo de criação de estratégias, no entanto, é informal e faz pouca utilização de técnicas e ferramentas de apoio; as Companhias e o Batalhão também adotam paralelamente estratégias institucionais criadas e gerenciadas pelo Estado Maior da Instituição; e o conceito de estratégia e sua prática tem uma correlação maior com a visão de Mintzberg.

Abstract
Since the end of the last century, Brazilian military police go through an intense process of change, either by incorporating experiences of police officers from other countries or by the use of planning models and management, typical of private organizations. A management concept that has attracted the attention of the institutional level of the Minas Gerais‟s Military Police is the "Organizational Strategy", a central theme of this monograph. Although the concept of strategy will be widely discussed and applied by the "High Command of the Institution," there is a great lack of research on the adoption and practice at the operational level of the organization, specifically in the battalion. This is the central justification for this work, which is a case study, the reality of the 16th Military Police Battalion (16th BPM). The overall objective of the study is to describe the practical reality on the theme "Strategy" in the context of the 16th Battalion of Minas Gerais in the period 2009 to 2010. To achieve this goal, we chose to approach the qualitative case study. As instruments of data collection were used: a literature review, direct observation, consultation with various institutional documents and semi-structured interviews with the Battalion Commander and Battalion Commanders of Companies. The main findings of this study were: the operational level of the corporation is empowered to create specific strategies for the Battalion and this autonomy has been practiced, the process of creating strategies, however, is informal and makes little use of techniques and tools to support; Companies and Battalion also adopt parallel institutional strategies created and managed by the General Staff of the Institution, and the concept of strategy and practice have a higher correlation with the vision of Mintzberg.

Descritores

Palavras-chave

Citação

Relacionado com

Contido em

Licença

Coleções