Experiência da implantação de planejamento estratégico em empresa pública: o caso da Minas Gerais Administração e Serviço S.A

Data da publicação

2018

Coordenador(es)

Organizador(es)

Evento

Entrevistador(a)

Entrevistado(a)

Título da Revista

ISSN da Revista

Título de Volume

Editor

Resumo
Na empresa pública Minas Gerais Administração de Serviços S.A. (MGS), a implantação de um plano estratégico monitorado e estruturado por meio da metodologia Balanced Scorecard (BSC), no período de 2017/2018, tem provocado grandes mudanças culturais e processuais. Diante desse cenário, o presente trabalho teve como objetivo descrever o processo de planejamento estratégico desenvolvido na MGS, identificando as dificuldades dessa implantação. Diante do exposto, define-se como objetivo central verificar as dificuldades da implementação de planejamento estratégico na empresa pública MGS. Este estudo baseou-se em uma estratégia qualitativa de pesquisa, de caráter descritivo, por meio de um estudo de caso. Como universo de pesquisa ou unidade empírica, foi selecionada a empresa Minas Gerais Administração de Serviços S.A. (MGS). De acordo com o verificado nas análises, as maiores dificuldades são inerentes às empresas públicas: interferências políticas, tempo de gestão (Diretoria) pequeno, falta de cultura organizacional homogênea, resistência às mudanças, falta de incentivo da alta gerência. Considera-se, ainda, a pouca comunicação entre as áreas é também um empecilho para que o planejamento estratégico seja verdadeiramente reconhecido como um instrumento essencial para posicionar uma organização para enfrentar um futuro complexo e incerto. Por último, salienta-se que a adoção dessa ferramenta consente aos colaboradores conquistarem a participação nos rumos futuros da organização e permite, também, a retenção de profissionais adequados e alinhados ao negócio da MGS.

Abstract
The implementation of a strategic plan monitored and structured through the Balanced Scorecard (BSC) methodology, in the period 2017/2018, has led to major cultural and procedural changes in the public company Minas Gerais Administration of Services S.A. (MGS). In view of this scenario, the present work had the objective of describing the strategic planning process developed in MGS, identifying the difficulties of this implementation. In view of the above, it is defined as a central objective to verify the difficulties of the implementation of strategic planning in the public company MGS. This study was based on a qualitative research strategy, of a descriptive character, through a case study. As a research universe or empirical unit, the company Minas Gerais Administration of Services S.A. (MGS) was selected. According to the analysis, the greatest difficulties are inherent in public companies: political inferences, small management time, lack of a homogeneous organizational culture, resistance to changes, lack of incentive of top management. It is also considered that poor communication between areas is also an obstacle to strategic planning being truly recognized as an essential tool to position an organization to face a complex and uncertain future. Finally, it should be pointed out that the adoption of this tool allows employees to participate in the future direction of the organization and also allows the retention of suitable professionals aligned with the MGS business.

Descritores

Palavras-chave

Citação

Relacionado com

Contido em

Licença