Análise do processo de concessão de recompensas na 9ª Região da Polícia Militar do estado de Minas Gerais

Data da publicação

2011

Coordenador(es)

Organizador(es)

Evento

Entrevistador(a)

Entrevistado(a)

Título da Revista

ISSN da Revista

Título de Volume

Editor

Resumo
Este trabalho buscou analisar o processo de concessão de recompensas adotado pelas Unidades da Policia Militar com responsabilidade territorial, pertencentes à 9ª Região da Polícia Militar de Minas Gerais (9ª RPM). O objetivo central deste estudo consiste em verificar a metodologia utilizada pelas Unidades para a concessão de recompensas e relacionar sua efetividade na valorização e reconhecimento dos policiais militares. Para se chegar a uma conclusão neste estudo selecionou-se inicialmente um referencial teórico acerca das teorias sociológicas do comportamento organizacional, o processo de concessão de recompensas, desempenho, parâmetro e ferramentas de controle, para subsidiar as análises tanto do processo de concessão de recompensas adotado atualmente pelas Unidades, como da percepção dos policiais militares acerca da metodologia utilizada. Para que se compreendesse a metodologia para concessão de recompensas foi realizada uma pesquisa documental, na qual foram levantados os dados oficiais das Unidades de área da 9ª RPM acerca deste processo. Os resultados auferidos com as pesquisas feitas indicaram que não existe uma uniformidade de comportamentos, quanto ao processo adotado para concessão de recompensas, assim como quanto à forma de se reconhecer o policial militar agraciado com recompensas. Verificou-se ainda discrepâncias entre a quantidade de recompensas concedidas em razão do efetivo existente nas Unidades. Realizou-se ainda uma pesquisa de campo, junto aos policiais militares da 9ª RPM, para apurar a percepção individual a respeito dos aspectos, clareza, objetividade, transparência, efetividade, justiça/equidade e utilização de indicadores na metodologia adotada pelas Unidades para concessão de recompensas. A pesquisa foi realizada a partir da seleção de uma amostra probabilística de policiais militares das Unidades de área da 9ª RPM, de forma estratificada (Oficiais e Praças) e foi estruturada, através de um questionário com questões objetivas. Os principais resultados da pesquisa de campo denotam claramente uma percepção diferenciada dos Oficiais das Unidades em relação às Praças, quanto ao processo de concessão de recompensas adotado, sendo que as Praças se mostraram mais críticas e insatisfeitas com o processo de concessão de recompensas. Concluiu-se ainda que as Unidades de área da 9ª RPM não utilizam indicadores de desempenho para balizar a concessão de recompensas, o que acarreta em prejuízo para a efetividade deste processo, quanto ao propósito de valorizar os policiais militares comprometidos com o trabalho. Ao final sugere-se a regulamentação de uma metodologia básica a ser utilizada pelas Unidades para a concessão de recompensas aos policiais militares da 9ª RPM.

Abstract
Thsi work aimed at analyzing the process of granting rewards adopted by the Military Police Unit with territorial responsibility, belonging to the 9th Region of the Military Police of the states of Minas Gerais (9ª RPM). The main objective of this study is to verify the methodology used by these Units in order to provide rewards and to relate its effectiveness in the appreciation and recognition of military police officers. To reach a conclusion in this study, we have firstly selected a theoretical framework concerning the sociological theories of organizational behavior, the process of granting rewards, performance, parameter and control tools to support the analysis of the process of granting rewards currently adopted by the Units as well as the perception of military police officers regarding the methodology used. In order to comprehend the methodology for granting rewards, we have carried out a research, in which official data of the Unit in the area of the 9ª RPM were collected concerning this process. The results have shown that there is no uniformity of behaviors in relation neither to the flowchart adopted for granting rewards nor to the way the military police officer is recognized when receiving rewards. One has also verified discrepancy between the amount of rewards provided in comparison to the number of police officers in the Units. We have also carried out a field research among the police officers of the 9ª RPM, to investigate the individual perception they have concerning the aspects, clarity, objectivity, transparency, effectiveness, justice/equity and use of indicators in the methodology adopted by the Units to give rewards. The research was done from the selection of a random sample of military police officers of the Units in the area of the 9ª RPM, in a stratified way (Higher Rank Police Officers and Lower Rank Police Officers) and was structured through an objective questionnaire. The main results of this field research clearly show a different perception from the Higher Rank Police Officers of the Units in relation to Lower Rank Police Officers regarding the process of granting rewards adopted and that Lower Rank Police Officers have appeared to be more critical and unsatisfied with this process. We have concluded that the Units in the area of the 9ª RPM do not use performance indicators to determine the granting of rewards, which causes problems to the effectiveness of this process regarding the purpose of valuing the military police officers committed to their work. At the end it is suggested the regulation of a basic methodology to be used by the Units to grant rewards to the military police officers of the 9ª RPM.

Descritores

Palavras-chave

Citação

Relacionado com

Contido em

Licença

Coleções