As trajetórias da cobertura e do uso do solo nas Unidades da Federação do Brasil: uma análise de clustering de séries temporais 1985-2018

Data da publicação

2021

Orientador(es)

Coordenador(es)

Colaborador(es)

Organizador(es)

Evento

Entrevistador(a)

Entrevistado(a)

Título da Revista

ISSN da Revista

Título de Volume

Editor

Resumo
O presente trabalho tem como objetivo identificar as diferenciações espaço-temporais da cobertura e uso do solo no território brasileiro sob o recorte político-administrativo das Unidades da Federação entre os anos de 1985-2018. A metodologia utilizada envolveu duas abordagens para considerar o tempo e o espaço na análise. A primeira com a comparação das transições do uso e cobertura do solo entre um ponto inicial (1985) e um ponto final (2018), permitindo evidenciar o montante final das alterações do solo brasileiro utilizando a análise de clustering. A segunda considerou a dinâmica entre os anos de 1985 a 2018, permitindo verificar como ocorreram as trajetórias das mudanças utilizando análise de clustering de séries temporais. Os principais resultados encontrados apontaram que a transformação de floresta natural para pastagem representou a principal transição do solo brasileiro; os estados litorâneos da Bahia até o Rio Grande do Sul, e também Minas Gerais, apresentaram uma dinamicidade em termos dos tipos das transições ocorridas principalmente envolvendo atividades agropastoris; as trajetórias da transição de floresta natural para pastagem podem ser entendidas como um “cinturão” sudoeste-nordeste em relação ao centro do Brasil, sendo que reduz as magnitudes à medida que se caminha para direita e esquerda do “cinturão”; e todas as UFs apresentaram aumentos na transformação de floresta natural para pastagem nos últimos anos.

Abstract
This paper aims to identify the Spatial-temporal differentiations of land cover and land use in Brazilian territory under the political-administrative clipping of the Units of the Federation between the years 1985-2018. The methodology used involved two approaches to consider time and space in the analysis. The first one with the comparison of land use and land cover transitions between a starting point (1985) and an end point (2018), allowing to highlight the final amount of changes in Brazilian land using clustering analysis. The second considered the dynamics between the years 1985 to 2018, allowing us to verify how the trajectories of the change occurred using time series clustering analysis. The main results found pointed out that the transformation from natural forest to pasture represented the major soil transition in Brazil; the coastal states from Bahia to Rio Grande do Sul and also Minas Gerais, showed a dynamism in terms of the types of transitions that occurred mainly involving agricultural activities; the trajectories of the transition from natural forest to pasture can be understood as a southwest-northeast “belt” relative to central Brazil, with decreasing magnitudes as one moves to the right and left of the “belt”; and all states showed increases in the transformation from natural forest to pasture in recent years.

Descritores

Palavras-chave

Citação

GONÇALVES, C. C. S.; CORTEZ, B. F. As trajetórias da cobertura e do uso do solo nas unidades da federação do Brasil: uma análise de clustering de séries temporais 1985-2018. Guaju, Revista Brasileira de Desenvolvimento Terrritorial Sustentável, v. 7, n. 1, p. 81-111, 2021. Disponível em: http://dx.doi.org/10.5380/guaju.v7i1.78791. Acesso em: 19 abr. 2022.

Relacionado com

Contido em

Licença