Wittgenstein e o significado dos nomes na Web Semântica

Data da publicação

2018

Orientador(es)

Coordenador(es)

Colaborador(es)

Organizador(es)

Evento

Entrevistador(a)

Entrevistado(a)

Título da Revista

ISSN da Revista

Título de Volume

Editor

Resumo
As Uniform Resource Identifiers(URI) foram criadas para nomear ou identificar recursos na Web. Todo recurso possui uma URI que o referencia sem ambiguidade. Mas o que significa uma URI no contexto da Web Semântica? Sobre isso, um embate foi estabelecido entre Tim Berners-Lee – o criador da Web – e Patrick Hayes – lógico que formalizou a Web Semântica. Para Berners-Lee, uma URI representa uma “coisa” do mundo real na Web, denotando-a sem ambiguidade; já Hayes afirma que uma URI somente pode descrever uma “coisa” do mundo real, mas nunca denotá-la sem ambiguidade. Percebe-se aí um embate teórico no âmbito da filosofia da linguagem, e o objetivo do artigo é explorar possíveis ligações entre postulados de Ludwig Wittgenstein sobre a linguagem e a Web Semântica por meio de pesquisa bibliográfica e revisão de literatura. Além de trazer à luz o mencionado embate, como resultado da pesquisa sugere-se que postulados de Wittgenstein e motores de busca da Web aplicados a repositórios de ontologias podem, em conjunto, fundamentar avanços na Web Semântica que são dependentes de melhor entendimento sobre o significado das URIs.

Abstract
Uniform Resource Identifiers (URIs) are designed to name or identify resources on the Web. Every resource has a URI that references it unambiguously. However, what does a URI in the context of the Semantic Web mean? On that, a clash was established between Tim Berners-Lee - the creator of the Web - and Patrick Hayes - logical that formalized the Semantic Web. For Berners-Lee, a URI represents a real-world “thing” on the Web, denoting it unambiguously; Hayes says that a URI can only describe a real-world “thing,” but never denote it unambiguously. It is possible to see a theoretical conflict within the Philosophy of Language and the objective of the article is to explore possible links between Ludwig Wittgenstein’s postulates about language and the Semantic Web through bibliographical research and literature review. In addition to bringing to light the above-mentioned clash, as a result of the research it is suggested that Wittgenstein’s postulates and Web search engines applied to ontology repositories may, together, ground advances in the Semantic Web that are dependent on a better understanding of the meaning of URIs.

Descritores

Palavras-chave

Citação

ZAIDAN, F. H. et al. Wittgenstein e o significado dos nomes na Web Semântica. Ciência da Informação, Brasília, v. 47, n. 3, p. 94-106, set./dez. 2018. Disponível em: https://revista.ibict.br/ciinf/article/view/4153. Acesso em: 30 mar. 2023.

Relacionado com

Contido em

Licença