A maldição do petróleo na Venezuela: uma análise institucional

Data da publicação

2011

Coordenador(es)

Colaborador(es)

Organizador(es)

Evento

Entrevistador(a)

Entrevistado(a)

Título da Revista

ISSN da Revista

Título de Volume

Editor

Fundação João Pinheiro
Resumo
A presente dissertação tem por escopo estudar a herança institucional do petróleo na Venezuela. Na linha do institucionalismo histórico, o trabalho analisa o papel dos grupos sociais, das associações intermediárias, da organização do Estado, da ideologia e da inserção internacional para explicar as escolhas econômicas venezuelanas. Utilizando-se a abordagem teórica de Karl (1997) acerca das singularidades institucionais dos países exportadores de petróleo, a pesquisa procurou compreender como se deu a estruturação do petro-Estado na Venezuela. Ao tratar do impacto dos dois booms do petróleo na economia do país, o trabalho mostra por que eles foram momentos cíticos no direcionamento da sua trajetória de desenvolvimento. Nesse sentido, busca-se compreender por que o sistema político venezuelano não foi capaz de amortecer o impacto das pressões sociais advindas da reforma do modelo de desenvolvimento, o que conduziu à implosão do bipartidarismo e à ascensão de um outsider ao poder. E, ao mostrar a relação entre as escolhas do atual governo e a trajetória passada do país, a pesquisa procura entender por que a Revolução Bolivariana não tem sido capaz de impedir que a economia venezuelana seja afetada pela Maldição dos Recursos Naturais . Por fim, o trabalho compara o caso venezuelano com o de outros petro-Estados marcados por trajetórias igualmente problemáticas, como Irã, Argélia, Nigéria e Indonésia, além de um país que serve de contraponto ao que ocorreu nesses países, a Noruega.

Abstract
The present thesis aims to study the institutional legacy of oil in Venezuela. Using the historical-institucionalist approach, it analyzes the role of social groups, intermediate associations, the state structure, ideology, and international insertion to explain the Venezuelan economic choices. Through Karl´s (1997) theoretical approach, it investigates the manner through which the petro-State was built in Venezuela. In addition, the research explains the impact of both oil booms in the country´s economy, as well as why these were critical junctures in its development trajectory. The research also investigates why the Venezuelan political system was incapable of countering the impact of social pressures in the context of the process of reform of the development model, which caused the implosion of the bipartisan system and the rise of an outsider to power. By linking the choices of the current government to the country´s trajectory, it explains why the so-called Bolivarian Revolution is incapable of blocking the Resource Curse in Venezuela. Finally, the thesis compares the Venezuelan development case with other petro-States - such as Iran, Algeria, Nigeria and Indonesia – equally marked by problematic trajectories, and an example which counterpoint the Venezuelan experience, Norway.

Descritores

Palavras-chave

Citação

NATALINO, Enrique Carlos. A maldição do petróleo na Venezuela: uma análise institucional. 2011. 184 f. Dissertação (Mestrado em Administração Pública) - Fundação João Pinheiro, Belo Horizonte, 2011.

Relacionado com

Contido em

Licença