Os migrantes são mesmo positivamente selecionados? evidências do mercado metropolitano

Data da publicação

2008

Coordenador(es)

Colaborador(es)

Organizador(es)

Evento

Entrevistador(a)

Entrevistado(a)

Título da Revista

ISSN da Revista

Título de Volume

Editor

Resumo
O objetivo deste trabalho monográfico é testar se os migrantes residentes nas Regiões Metropolitanas de Belo Horizonte, Distrito Federal, Porto Alegre, Recife, Salvador e São Paulo são positivamente selecionados para o mercado de trabalho em características não observáveis (ex: capacidade, motivação, ambição, etc.), utilizando dados da Pesquisa de Emprego e Desemprego (PED) para o ano de 2006. Primeiramente, faz-se uma revisão da literatura econômica sobre migração e seleção. Em seguida, a presença de seleção positiva é testada através de regressões múltiplas para cada uma das Regiões Metropolitanas, separadamente. Em apenas três das seis Regiões Metropolitanas encontraram-se evidências significativas de que ocorre seleção positiva, e encontraram-se evidências contrárias, de seleção negativa, em pelo menos uma delas. Quando a amostra de migrantes é desagregada por região de origem, observa-se que o viés de seleção depende também da origem deste migrante. Aponta-se para a possibilidade de que interações entre a região de origem e destino sejam importantes para explicar as diferenças observadas no viés de seleção.

Abstract
The aim of this monographic work is to test if migrants who lives in the Metropolitan Areas of Belo Horizonte, Distrito Federal, Porto Alegre, Recife, Salvador and São Paulo are favorably selected for the labor market in terms of non-observable characteristics (e.g.: skill, motivation, ambition, etc.), using data from the Pesquisa de Emprego e Desemprego1 (PED) for the year of 2006. First, the economic literature on migration and selection is revisited. Then, the presence of positive selection is tested through multiple regression for each of the Metropolitan Areas. In just three of these six Metropolitan Areas were found evidence of the occurrence of positive selection; and evidence of negative selection was found in at least one of them. When the migrant sample is disaggregated by region of origin, the selection bias was also dependent on the origin of the migrant. We appoint to the possibility that interactions between the regions of origin and destination are important to explain this observed differences in the selection bias.

Descritores

Palavras-chave

Citação

CASTRO, Pedro Henrique da Silva. Os migrantes são mesmo positivamente selecionados? evidências do mercado metropolitano. 76 f. Monografia (Graduação em Administração Pública) – Escola de Governo Professor Paulo Neves de Carvalho, Fundação João Pinheiro, Belo Horizonte, 2008

Relacionado com

Contido em

Licença

Coleções