Conhecimento, informações e financiamento da inovação: anotações de uma leitura sugerida para Arrow e Nelson

Data da publicação

2014

Orientador(es)

Coordenador(es)

Colaborador(es)

Organizador(es)

Evento

Entrevistador(a)

Entrevistado(a)

Título da Revista

ISSN da Revista

Título de Volume

Editor

Resumo
O estudo do financiamento da inovação, por definição, requer contribuições de diferentes áreas especializadas do saber econômico que geralmente não se comunicam entre si. Este artigo argumenta que não é adequado aplicar a análise financeira convencional para tratar esse tipo especial de investimento. Os estudiosos da inovação enfatizam a maior incerteza relativa à viabilidade técnica (custos), ao tempo de maturação das pesquisas e experimentações, ao comportamento dos compradores/usuários dos produtos finais, e às estratégias de empresas rivais (particularmente no que diz respeito à adoção de novas tecnologias similares); ao contrário, no enfoque neoclássico para finanças corporativas, o investimento inovativo simplesmente estaria associado a uma classe de risco mais elevado. Este artigo pretende avaliar, a partir de uma discussão dos desenvolvimentos teóricos da literatura sobre aspectos financeiros da atividade inventiva (originada ao final da década dos cinquenta com as contribuições de Arrow e Nelson), se e em que medida interseções nos programas de pesquisa em finanças, estruturas de mercado e inovação com informação e apropriabilidade imperfeitas podem constituir uma base teórica efetiva para o tratamento do financiamento da inovação.

Abstract
The study of the financing for innovation, almost by definition, calls for contributions from different specialized areas within economics which barely communicate with each other. This paper makes the case that conventional financial analysis is not appropriate to understand this special type of investment. Scholars from innovation studies emphasizes the greater uncertainty with respect to technical viability (costs), completion timetables for R&D, buyers’ behavior, other incumbent firms or potential rivals’ strategies, etc., but within the traditional neoclassical approach for corporate finance, an innovative investment would simply be assigned to a riskier class, and potential cross-fertilization gains from financial and innovative studies would be lost. This article then intends to evaluate, starting with some remarks over the literature on financial aspects of the inventive activity (as exposed during the late fifties by Arrow and Nelson), if and to what extent intersections at research programs on finance, market structures and innovation with imperfect information and appropriability could constitute an effective theoretical basis for understanding the financing of innovation.

Descritores

Palavras-chave

Citação

LEAL FILHO, R. S. Conhecimeto, informação e financimanto da inovação: anotações de uma leitura sugerida para Arrow e Nelson. Eptic On-Line, v. 16, n. 3, p. 99-115, 2014. Disponível em: https://seer.ufs.br/index.php/eptic/article/view/99. Acesso em: 02 fev. 2022.

Relacionado com

Contido em

Licença