Avaliação da eficácia e eficiência da Fundação Hemominas na execução da política do sangue no estado de Minas Gerais: períodos de 1995-1998 a 1999-2002

Data da publicação

2005-03-21

Coordenador(es)

Colaborador(es)

Organizador(es)

Evento

Entrevistador(a)

Entrevistado(a)

Título da Revista

ISSN da Revista

Título de Volume

Editor

Fundação João Pinheiro
Resumo
A Política do Sangue se iniciou no Brasil a partir da década de 1980, tendo como órgãos responsáveis pela sua execução, os hemocentros públicos. A Fundação Centro de Hematologia e Hemoterapia de Minas Gerais Hemominas - foi criada nesse período, realizando a interiorização conforme as diretrizes do Plano Nacional de Hemoterapia. O objetivo deste estudo é a avaliação do desempenho da Fundação Hemominas na execução da Política de Sangue no Estado de Minas Gerais, comparando a sua eficácia e eficiência nos períodos de 1995-1998 e 1999-2002. Foram criados indicadores de eficácia baseados nos seus objetivos social e intermediários, considerando a Política Nacional do Sangue; o primeiro representa o objetivo máximo da organização e os intermediários são aqueles que, ao serem executados levam a esse objetivo máximo. O Objetivo Social da Hemominas foi considerado como a Cobertura transfusional no estado, e os Objetivos Intermediários foram a Adoção sistemática da doação voluntária de sangue, a Organização da rede de estabelecimentos de distribuição de sangue e hemoderivados, a Normalização da utilização de sangue e hemoderivados, o Incentivo à pesquisa e a realização de Controle de qualidade. A avaliação da eficiência foi realizada através da criação de indicadores baseados na utilização de recursos financeiros e humanos. A análise dos indicadores evidenciou maior eficácia e eficiência da Hemominas no período de 1999-2002, tendo sido identificados fatores que influenciaram este desempenho mais eficaz e eficiente no segundo período. A existência de regras bem definidas das atribuições nos três níveis de governo, publicadas neste período, o aumento de financiamento pelo Ministério da Saúde, através de programa de infra-estrutura das Metas Mobilizadoras da Saúde e o novo modelo de estrutura organizacional mais horizontal foram responsáveis pela maior eficácia. Os fatores que interferiram na melhor eficiência foram a nova estrutura organizacional, e o programa de implantação de gestão em qualidade nos hemocentros, ligado às Metas Mobilizadoras da Saúde.

Descritores

Palavras-chave

Keywords

Citação

CIOFF, Júnia Guimarães Mourão. Avaliação da eficácia e eficiência da Fundação Hemominas na execução da política do sangue no estado de Minas Gerais: períodos de 1995-1998 a 1999-2002. 2005. 150 f. Dissertação (Mestrado em Administração Pública) - Fundação João Pinheiro, Belo Horizonte, 2005.

Relacionado com

Contido em

Licença