Life expectancy among elderly brazilians in 2003 according to different levels of functional disability

Data da publicação

2008

Orientador(es)

Coordenador(es)

Colaborador(es)

Organizador(es)

Evento

Entrevistador(a)

Entrevistado(a)

Título da Revista

ISSN da Revista

Título de Volume

Editor

Resumo
Informações sobre o número de anos a serem vividos com incapacidade funcional possibilitam direcionar políticas públicas que visem a diminuir o número de anos nestas condições. Desagregadas segundo diferentes níveis de incapacidade, podem ensejar o desenho e implementação de ações mais específicas e eficazes. O objetivo deste estudo foi medir a expectativa de vida livre de e com incapacidade funcional para os idosos brasileiros em 2003, por sexo e idade, utilizando diferentes níveis de incapacidade funcional. Empregou-se o método de Sullivan, combinando a tábua de vida e as prevalências de incapacidade funcional. Foram utilizadas as tábuas de vida publicadas pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística e as prevalências de incapacidade da Pesquisa Nacional por Amostra de Domicílios. Os principais resultados indicam que, aos 60 anos, a expectativa de vida dos homens era de 19 anos, 39% com incapacidade funcional leve, 21% com incapacidade moderada e 14% com incapacidade funcional grave. Nessa mesma idade, a expectativa de vida das mulheres era de 22 anos (56%, 32% e 18% com incapacidades funcionais leve, moderada e grave, respectivamente).

Abstract
The aim of the present study was to estimate disability-free life expectancy for the Brazilian elderly in 2003, by gender and age, based on different concepts of functional disability. The Sullivan method is used to combine the period life tables from the Brazilian Institute of Geography and Statistics (IBGE, 2003) and the prevalence of functional disability according to the 2003 National Sample Household Survey (PNAD 2003). The main results of the study indicate that at age 60, Brazilian men can expect to live 19 years, 39% with mild, 21% with moderate, and 14% with severe functional disability, respectively. At the same age, Brazilian women can expect to live 22 years: 56% with mild, 32% with moderate, and 18% with severe functional disability.

Descritores

Palavras-chave

Citação

CAMARGOS, M. C. S.; MACHADO, C. J.; RODRIGUES, R. N. Life expectancy among elderly Brazilians in 2003 according to different levels of functional disability. Cadernos de Saúde Pública, v. 24, n. 4, p. 845-852, abr. 2008. Disponível em: https://doi.org/10.1590/S0102-311X2008000400015. Acesso em: 25. mar. 2022.

Relacionado com

Contido em

Licença