Gênero, trabalho e juventude: uma investigação sobre as jovens mulheres que não estudam e não trabalham em Minas Gerais

Data da publicação

2023

Orientador(es)

Coordenador(es)

Colaborador(es)

Organizador(es)

Evento

Entrevistador(a)

Entrevistado(a)

Título da Revista

ISSN da Revista

Título de Volume

Editor

Fundação João Pinheiro
Resumo
Este artigo tem como objetivo analisar o perfil das jovens mulheres que não estudam e não desempenham atividade remunerada (NEET) e os fatores que impactam as perspectivas desse grupo na educação e no mercado de trabalho em Minas Gerais. Dessa forma, o recorte escolhido para a análise dos jovens NEET, baseada nos resultados encontrados pela revisão bibliográfica, aborda as desigualdades dentro do mercado de trabalho e da longevidade educacional, devido à divisão sexual do trabalho e aos papéis de gênero em uma sociedade patriarcal, podendo prejudicar de modo desigual as jovens mulheres, e a influência das desigualdades de gênero, raça e classe sobre o grupo de jovens que não estudam e não trabalham. Para essa análise, foram utilizados os microdados da Pnad Contínua para o ano de 2019 sobre a população de mulheres entre 15 e 24 anos, a partir do recorte espacial específico de Minas Gerais, considerando variáveis espaciais, de raça, de renda, de trabalho e de escolaridade. A literatura sobre o tema complementa essa análise, possibilitando a comparação e a observação de possíveis padrões.

Abstract
This article aims to analyze the profile of young women who are neither in employment nor in education or training (NEET) and the factors that impact the perspectives of this group in education and the labor market in Minas Gerais. In this way, the cutout chosen for the analysis of NEET young people, based on the results found by the bibliographic review, addresses inequalities within the labor market and educational longevity, due to the sexual division of labor and gender roles in a patriarchal society, which may harm young women unequally, and the influence of gender, race, and class inequalities on the young people who does not study and does not work. For this analysis, microdata from the Pnad Contínua for the year 2019 on the population of women between 15 and 24 years of age were used, based on the specific spatial area of Minas Gerais, considering spatial, race, income, work, and schooling variables. The literature on the subject complements this analysis, enabling the comparison and observation of possible patterns.

Descritores

Palavras-chave

Citação

KADAR, Alessandra; et. al. Gênero, trabalho e juventude: uma investigação sobre as jovens mulheres que não estudam e não trabalham em Minas Gerais. Campo de Públicas: conexões e experiências. Belo Horizonte, v. 2, n. 2, p. 140-166. jul./dez. 2023.

Contido em

Campo de públicas : conexões e experiências v. 2, n. 2, jul./dez. 2023

Licença