Economia, instituições e estado de bem-estar social: respostas à nova configuração do capitalismo pós-1970

Data da publicação

2015

Orientador(es)

Coordenador(es)

Colaborador(es)

Organizador(es)

Evento

Entrevistador(a)

Entrevistado(a)

Título da Revista

ISSN da Revista

Título de Volume

Editor

Resumo
As décadas de 1950 e 1960 foram marcadas por grande prosperidade econômica e expansão dos Estados de Bem-Estar Social. Entretanto, dificuldades e mudanças marcaram os anos 1970. O artigo explora as respostas adotadas pelos países desenvolvidos às novas configurações do capitalismo, mostrando como foram influenciadas pelas instituições nacionais e pelo regime de Estados de Bem-Estar Social. Argumenta-se que os novos constrangimentos não conduziram à convergência nas estratégias e tampouco inviabilizaram este tipo de Estados. Dá-se especial atenção ao modelo escandinavo e à sua capacidade de conciliar bom desempenho e igualdade, enfatizando o papel das práticas corporativistas e da grande capacidade institucional. Em suma, o artigo discute pontos centrais no estudo da economia política ao lidar com um aspecto essencial para a legitimidade do capitalismo e ao explorar o impacto das instituições e mostrar que o capitalismo continua diverso.

Abstract
The 1950s and 1960s were a time of great economic prosperity and expansion of Welfare State. However, hardships and changes marked the following decade. This article explores how developed countries countered the new configuration of capitalism, showing how they were influenced by national institutions and by the welfare states regime. As a central point, the article shows that the new constraints did not lead to a convergence of strategies nor did they stymie the emergence of this type of State. The article focuses especially on the Scandinavian model and its ability to reconcile economic performance and equality, showing the role of corporativist practices and enhanced institutional capacity. In sum, the article discusses central points in the study of political economy in dealing with an essential aspect of the legitimacy of capitalism and in exploring the impact of institutions and showing that capitalism remains diverse.

Descritores

Palavras-chave

Citação

GUIMARÃES, A. Q. Economia, instituições e estado do bem estar social: respostas à nova configuração do capitalismo pós 1970. DADOS – Revista de Ciências Sociais, Rio de Janeiro, v. 58, n. 3, p. 617-650, 2015. Disponível em: https://doi.org/10.1590/00115258201554. Acesso em: 16 fev. 2022.

Relacionado com

Contido em

Licença