RI-FJP  [1] PRODUÇÃO ACADÊMICA E CIENTÍFICA FJP  FJP - ARTIGOS DE PERIÓDICOS 

Please use this identifier to cite or link to this item:
http://repositorio.fjp.mg.gov.br/handle/123456789/3316

Título: A participação de Minas Gerais e do Brasil na cadeia produtiva global do café
Título alternativo: Minas Gerais and Brazil in the coffee global value chain
Autor: Barbosa, Lúcio Otávio Seixas
Souza, Carla Cristina Aguilar de
Maciel, Laura
Afiliação: Fundação João Pinheiro
Fundação João Pinheiro
Fundação João Pinheiro
Data: 2021
Keywords: Coffee
Coffee global value chain
Upgrade
Palavras-Chave: Café
Cadeia global de valor
Upgrade
Resumo: Este artigo traça um retrato da participação de Minas Gerais e do Brasil na Cadeia Global de Valor (CGV) do café. A análise se concentra nos anos de 2017 e 2018, a partir, principalmente, de dados de comércio internacional. Para tanto, caracterizam-se as quatro dimensões da CGV: estrutura de insumos e produtos, na qual os traders assumem papel relevante; a distribuição geográfica da produção, que evidencia que os países da América do Sul e da Ásia são os principais exportadores de café em grão; a governança, que sinaliza que os torrefadores detém o comando da cadeia; e o contexto institucional, que revela que Minas Gerais, sendo o principal produtor no Brasil, especializou-se na exportação de café em grão. Adicionalmente, destaca-se que sua produção é realizada majoritariamente por pequenos e médios produtores; a torrefação é concentrada em poucas indústrias; e instituições públicas contribuem para a disseminação de boas práticas de cultivo do café. A análise da CGV do café mostra que os elos inferiores da cadeia adicionam pouco valor ao produto. Portanto, sugerem-se alternativas de reposicionamento (upgrade) para a participação de Minas Gerais: a torrefação e a comercialização de cafés especiais.
Abstract: This paper presents the insertion of Minas Gerais and Brazil in the Coffee Global Value Chain (CGVC). The analyses focus on 2017, exploring data from international and regional trade. To this end, it portrays its four dimensions: structure of production, in which traders play an important role; geography of demand and supply, pointing out that countries from South America and Asia exports mainly green coffee; governance, showing that coffee roasters controls the CGV; and the institutional context, revealing that Minas Gerais, which is the largest producer state in Brazil by far, exports mainly green coffee. In addition, small and medium farmers are responsible for the coffee production; the coffee roasting is highly concentrated in few industries; and public institutions help to spill over best growing techniques. The analyses of the CGVC shows that the value added in its first segments is low. Therefore, we identify opportunities to strengthen Minas Gerais position by assuming the roasting process and boosting the special coffee production.
Referência: BARBOSA, L. O. S.; AGUILAR, C.; MACIEL, L. A participação de Minas Gerais e do Brasil na cadeia produtiva global do café. Economia & Região, Londrina, v. 9, n. 1, p. 147-166, jan./jun. 2021. Disponível em: https://www.uel.br/revistas/uel/index.php/ecoreg/article/view/39665/28209. Acesso em: 28 dez. 2021.
ISSN: 2317-627X
DOI: 10.5433/2317-627X.2021v9n1p147
Appears in Collections:FJP - ARTIGOS DE PERIÓDICOS

Files in This Item:

File Description SizeFormat
A participação de Minas Gerais e do Brasil na cadeia produtiva global do café.pdf471,31 kBAdobe PDFView/Open
View Statistics

This item is licensed under a Creative Commons License

Creative Commons

Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.