RI-FJP  [1] PRODUÇÃO ACADÊMICA E CIENTÍFICA FJP  FJP - ARTIGOS DE PERIÓDICOS 

Please use this identifier to cite or link to this item:
http://repositorio.fjp.mg.gov.br/handle/123456789/3381

Título: Análise da percepção do estado de saúde dos idosos da região metropolitana de Belo Horizonte
Título alternativo: Analysis of perception of the health status of elderly from the metropolitan area of Belo Horizonte city
Autor: Carvalho, Fabrício Franco
Santos, Juliana Nunes
Souza, Luiza de Marilac de
Souza, Nícia Raies Moreira de
Afiliação: Universidade Federal de Minas Gerais
Universidade Federal de Minas Gerais
Fundação João Pinheiro
Fundação João Pinheiro
Data: 2012
Keywords: Aging
Self Concept
Health Status
Aged
Health of the Elderly
Belo Horizonte City
Palavras-Chave: Envelhecimento
Autoimagem
Nível de saúde
Idoso
Saúde do idoso
Belo Horizonte, MG
Resumo: Objetivo: Analisar a percepção do estado de saúde dos idosos da Região Metropolitana de Belo Horizonte. Método: Utilizaram-se dados da Pesquisa por Amostra de Domicílio (PAD/MG), realizada em 2009 pela Fundação João Pinheiro. Foi examinada e entrevistada amostra probabilística de 963 pessoas com idade igual ou maior a 60 anos residentes na Região Metropolitana de Belo Horizonte. A variável dependente foi a autopercepção do estado de saúde e as variáveis independentes foram: presença de doenças que exigem acompanhamento constante, tabagismo, prática regular de atividade física, trabalho, recebimento de aposentadoria e escolaridade. Foram conduzidas análises descritivas e análises de associação estatística por meio dos testes Qui-Quadrado e T Student. Resultado: Dos entrevistados, 58,2% são do sexo feminino, com idade média de 69,4 anos e 44% relataram o estado de saúde como sendo “muito bom e bom”, e 10,7%, “ruim ou muito ruim”. Dos idosos que relataram ter problema de saúde que exigem acompanhamento constante (n = 960), 42% possuem hipertensão arterial. Da população pesquisada, 78,5% sabem ler e escrever um bilhete simples, 67,9% receberam aposentadoria ou pensão no mês de referência da pesquisa, 25% dos idosos relataram praticar atividade física regularmente. A autopercepção do estado de saúde se apresenta pior nos idosos que relataram presença de doenças crônicas, baixa escolaridade, menor ocupação laboral e redução das práticas de atividade física (P<0,05). Os resultados podem ser considerados uma ajuda na busca do desenvolvimento de ações e programas de atendimento população mineira idosa.
Abstract: Objective: To analyze how the elderly population in the Metropolitan Region of Belo Horizonte perceive their own health situation. Methodolog y: Data from the Household Sample Survey (PAD/MG) were used held in 2009 by João Pinheiro Foundation. It was examined and interviewed a random sample of 963 people aged 60 years or more residents in the Metropolitan Region of Belo Horizonte. The dependent variable was self-perceived of health status and the independent variables were: diseases that require constant monitoring, smoking, regular physical activity, working, pension benefits and education. A descriptive analysis and statistical analysis of association were conducted by means of Chi-square and T Student. Results: The study interviewed 963 people aged 60 years or greater; 58.2% of the sample are women, mean age of 69.4 years and 44% reported health status as "very good or good" and 10.7% "bad or very bad". From the subjects who reported having health problems that require constant monitoring (n=960), 42% suffer of arterial hypertension; 78.5% can be considered illiterate; 67.9% received retirement or pension in the reference month of the survey; 25% reported performing regular physical activity; 10.7% declared their health state as being “bad or very bad”. The self-perception of health status is worse among the elderly reporting chronic diseases, poor education, lack of working habits and reduced physical activity ((P<0,05). These results can be considered as crucial information to help in the search for implementing better government funded programs to assist the elderly population of Minas Gerais.
Referência: CARVALHO, F. F. et al. Análise da percepção do estado de saúde dos idosos da região metropolitana de Belo Horizonte. Revista Brasileira de Geriatria e Gerontologia, Rio de Janeiro, v. 15, n. 2, p. 285-293, 2012. Disponível em: https://doi.org/10.1590/S1809-98232012000200011. Acesso em: 05 jan. 2022.
ISSN: 1981-2256
DOI: 10.1590/S1809-98232012000200011
Appears in Collections:FJP - ARTIGOS DE PERIÓDICOS

Files in This Item:

File Description SizeFormat
Análise da percepção do estado de saúde dos idosos da região metropolitana de Belo Horizonte.pdf249,33 kBAdobe PDFView/Open
View Statistics

This item is licensed under a Creative Commons License

Creative Commons

Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.