A estabilidade no setor público brasileiro: o que pensam os servidores públicos?

dc.creatorOliveira, Kamila Pagel dept_BR
dc.creatorPaula, Maria Thereza Mota Sampaio dept_BR
dc.creatorPaiva, Lincoln Ribas de Oliveirapt_BR
dc.creatorAndrade, Kimberly Ohana Freitaspt_BR
dc.creatorCoura, Éder Rochapt_BR
dc.creator.affilliationFundação João Pinheiropt_BR
dc.creator.affilliationFundação João Pinheiropt_BR
dc.creator.affilliationFundação João Pinheiropt_BR
dc.creator.affilliationFundação João Pinheiropt_BR
dc.creator.affilliationFundação João Pinheiropt_BR
dc.date.accessioned2022-01-24T17:19:41Z
dc.date.available2022-01-24T17:19:41Z
dc.date.issued2021
dc.description.abstractO artigo analisa a percepção de servidores de uma Fundação pública sobre a estabilidade e as possibilidades de flexibilização. Trata-se de um estudo de caso, quantitativo. É possível afirmar que os servidores são favoráveis à estabilidade no serviço público e a consideram como um fator atrativo, associando a estabilidade mais a fatores positivos em detrimento de negativos. Os servidores mais velhos possuem percepção mais favorável à estabilidade, assim como os efetivos em detrimento daqueles que ocupam cargo comissionado. A instituição de avaliação que permita demitir do servidor com baixo desempenho é a possibilidade de flexibilização com respostas mais favoráveis.pt_BR
dc.description.abstractenThe article analyzes the perception of public foundation servants about stability and flexibility possibilities. It is a quantitative case study. It is possible to state that the servers are favorable to the stability in the public service and consider it as an attractive factor, associating the stability more to positive factors over negative ones. Older servers have a more favorable perception of stability, as well as effective ones at the expense of those in commissioned positions. The evaluation institution that allows dismissing server from the underperforming is the possibility of flexibility with more favorable answers.pt_BR
dc.description.vcgeGoverno e Políticapt_BR
dc.identifier.citationOLIVEIRA, K. P. et al. A estabilidade no setor público brasileiro: o que pensam os servidores públicos? ReCaPe, v. 11, n. 2, p. 283-304, mai./ago. 2021. pt_BR
dc.identifier.doi10.23925/recape.v11i2.44754pt_BR
dc.identifier.issn2237-1427pt_BR
dc.identifier.urihttp://repositorio.fjp.mg.gov.br/handle/123456789/3348
dc.language.isopt_BRpt_BR
dc.subject.enStabilitypt_BR
dc.subject.enFlexibilitypt_BR
dc.subject.enPublic servantspt_BR
dc.subject.otherEstabilidadept_BR
dc.subject.otherFlexibilizaçãopt_BR
dc.subject.otherServidorespt_BR
dc.titleA estabilidade no setor público brasileiro: o que pensam os servidores públicos?pt_BR
dc.title.alternativeStability in the Brazilian public service: what do public servants think?pt_BR
dc.typeArtigopt_BR

Arquivos

Pacote Original
Agora exibindo 1 - 1 de 1
Carregando...
Imagem de Miniatura
Nome:
A estabilidade no setor público brasileiro.pdf
Tamanho:
556.02 KB
Formato:
Adobe Portable Document Format
Licença do Pacote
Agora exibindo 1 - 1 de 1
Nenhuma Miniatura disponível
Nome:
license.txt
Tamanho:
1.53 KB
Formato:
Item-specific license agreed upon to submission
Descrição: