RI-FJP  [1] PRODUÇÃO ACADÊMICA E CIENTÍFICA FJP  FJP - ARTIGOS DE PERIÓDICOS 

Please use this identifier to cite or link to this item:
http://repositorio.fjp.mg.gov.br/handle/123456789/3512

Título: Origem social e percurso: mérito e contingência entre egressos de um curso superior
Título original: Social origin and career: merit and contingency among graduates
Autor: Nicácio, Cláudia Beatriz Machado Monteiro de Lima
Sousa, Rosânia Rodrigues de
Souza, Letícia Godinho de
Amorim, Marina Alves
Castilho, Vera Scarpelli
Afiliação: Fundação João Pinheiro
Fundação João Pinheiro
Fundação João Pinheiro
Fundação João Pinheiro
Fundação João Pinheiro
Data: 2021
Keywords: Public Administration
Career
Educational inequalities
Higher education
Social class
Palavras-Chave: Administração Pública
Carreira
Desigualdades educacionais
Ensino superior
Classe social
Resumo: A problemática das desigualdades educacionais evidencia a influência da origem social sobre aspectos que envolvem o acesso e a permanência dos estudantes no ensino superior e ao longo da trajetória profissional. Este artigo tem como objetivo analisar em que medida o Curso de Administração Pública (CSAP) da Fundação João Pinheiro (FJP) é atravessado pela reprodução da estrutura de classes, seja da perspectiva dos ingressantes, seja da perspectiva dos egressos, à luz do referencial teórico de Bourdieu e Lahire. Realizou-se uma análise quanti e qualitativa dos dados dos alunos egressos do Curso de Administração Pública da Fundação João Pinheiro. A abordagem quantitativa nos forneceu um perfil do grupo estudado, a partir da análise de variáveis relacionadas à origem de classe. Entrevistas foram utilizadas para entender os percursos específicos dos sujeitos entrevistados. Corroborando o que apontam estudos da sociologia da educação, verificou-se estatisticamente que a origem social impacta sobre as chances de acesso ao curso. Por outro lado, dentre os indivíduos oriundos das camadas populares, há aqueles que vencem a barreira do ingresso e constroem trajetórias de sucesso acadêmico e profissional. Assim, por meio de análise qualitativa, procurou-se vislumbrar os fatores que possibilitaram o acesso ao CSAP e a permanência na carreira. Percebeu-se a importância da socialização secundária, da bolsa de estudos assegurada pelo curso, da garantia do ingresso no serviço público prevista com a conclusão da graduação e da persistência.
Abstract: The problem of educational inequalities evidences the influence of social origin on aspects that involve the access and permanence of students in higher education and along the professional trajectory. This article aims to analyze the extent to which the Public Administration Course (CSAP) of the João Pinheiro Foundation (FJP) is affected by the reproduction of class structure, either from the perspective of the students or from the perspective of the graduates, in the light of the theoretical framework of Bourdieu and Lahire. A quantitative and qualitative analysis of the students and graduates of the Public Administration Course of the João Pinheiro Foundation was carried out. The quantitative approach provided a profile of the group studied, from the analysis of variables related to the origin of the class. Interviews were used to understand the specific paths of the subjects interviewed. Corroborating with studies of the sociology of education, it verified statistically that the social origin affects the chances of access to the course. On the other hand, among individuals from the popular classes, there are those who overcome the entrance barrier and build trajectories of academic and professional success. Thus, through a qualitative analysis, it sought to glimpse the factors that made it possible, as far as this group is concerned, access to the CSAP and the permanence in the career. The importance of the secondary socialization, the scholarship assured by the course, the guarantee of the entrance in the public service provided with the graduation and the persistence was confirmed, corroborating the theory.
Referência: NICACIO, C. B. L. et al. Origem social e percurso: mérito e contingência entre egressos de um curso superior. Revista Psicologia da Educação, São Paulo, v. 52, p. 10-21, jan./jun. 2021. Disponível em: https://doi.org/10.23925/2175-3520.2021i52p10-21. Acesso em: 10 mai. 2022.
ISSN: 2175-3520
DOI: http://dx.doi.org/10.23925/2175-3520.2021i52p10-21
Appears in Collections:FJP - ARTIGOS DE PERIÓDICOS

Files in This Item:

File Description SizeFormat
Origem social e percurso.pdf297,17 kBAdobe PDFView/Open
View Statistics

This item is licensed under a Creative Commons License

Creative Commons

Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.